CIRCO AMEM

Abrem-se as portas para um universo mágico. Uma aula onde o circo torna-se um meio para que crianças, de forma divertida e descontraída, colham os benefícios de uma vida saudável.

O CIRCO AMEM, um trabalho realizado por Dalton Penezzi e Camila Vaz, é um espaço onde as crianças da AMEM mostram toda a magia do mundo circense.

Em julho de 2005, a AMEM abriu as portas da instituição para um Workshop de Circo. O sucesso desta iniciativa foi tanto que desde então já foram realizados 12 (doze) espetáculos, totalizando cerca de 250 números apresentados e mais de 400 horas de aulas e ensaios, assistidos por cerca de 21.000 pessoas.

Atualmente a Escola de Artes Circenses tornou-se uma atividade regular da instituição, agregando ao compromisso de educação da AMEM, valores artísticos e culturais por meio do desenvolvimento físico e psicológico, utilizando-se para isto da cultura e técnicas circenses. O projeto prepara aqueles alunos que demonstram interesse para prática profissional, atendendo assim a um dos objetivos da instituição, que é inserir o adolescente no mercado de trabalho. Para isto contamos com uma parceria indispensável da Amem e os Parceiros de Ouro. O programa atenderá as crianças acolhidas pela AMEM, dividido em três módulos: básico, formação e aperfeiçoamento. O resultado da evolução e capacitação profissional destas crianças será demonstrado em um espetáculo circense de caráter profissional.

QUALIFICAÇÃO DO GRUPO DE COORDENAÇÃO:

Camila Vaz

Começou como bailarina aos 8 ( oito ) anos, participou como atriz de inúmeras peças de teatro no interior e na capital, trabalhou em diversos filmes publicitários, programas de televisão e curtas metragens, em 1997 entrou para a companhia de teatro “Oficina dos Menestréis” onde continua como atriz e assistente de coreografia. Bacharel em Artes Cênicas pela Faculdade Senac de São Paulo (1999) e Circense pela Cia Circo Dança (1998), Workshop de trapézio e dança (com Cinthia do Cirque du Soleil). Durante 2 (dois) anos ministrou aulas de circo na Gravidade Zero, há 6 anos ministra aulas de circo na Cia Circodança Susie Bianchi. Participou como circense e atriz no espetáculo “O que Leva Bofetadas” Direção de Antonio Abujamra em 2004 e também como atriz do espetáculo “Curta Comédia” Direção de Wolf Maya em 2004. Atualmente é responsável pela direção artística do projeto “Escola de Artes Circenses AMEM” e “Cia Fragmentos".

Dalton Pennezzi

Começou a carreira artística aos nove anos como ator, e participou de inúmeras peças de teatro no interior e na capital, em diversos filmes publicitários, programas de televisão e curtas metragens. Formado em Administração de Empresas pela Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep), trabalhou como produtor durante dois anos nos estúdios Wolf Maya em São Paulo, onde produziu o Musical “Ah ... Se eu fosse Bob Fosse” e o espetáculo “Curta Comédia” ambos dirigidos por Wolf Maya. Trabalhou como diretor de produção nos curtas metragens “Retrato da Felicidade” texto homônimo de Telma Guedes, com direção de Rodrigo Castelhano e Dora Castelari , “O japonês da Coréia” premiado no festival de vídeo de Porto Alegre, premiado no festival “Guarnicê” Maranhão , premiado no festival de Curitiba e também participou do festival de Gramado em 2004 direção de Rodrigo Castelhano, “Queimando a língua” texto de Evandro Berlesi , com direção de Rodrigo Castelhano , entre outros. Dalton Penezzi é Produtor responsável pela Produção Executiva na temporada 2006 do Musical Infantil “O Cravo e a Rosa” com 5 indicações para o prêmio Coca-Cola, direção e texto de Xico Abreu, Idealizador do projeto “Culture Museum” na Museum Dining Club em São Paulo , Espaço Cultural “Ditinha Penezzi” na cidade de Piracicaba. Atualmente é responsável pela Produção executiva do Projeto “Escola de Artes Circenses Amem” e a “Cia Fragmentos” ambos com direção Geral de Camila Vaz.